Azazulay

Azazulay.

O que é?

Apenas informação?

Assim como Wallace, Thelma, Stein, Otto, Clayton, Melissa… Assim como você e todas as coisas que podem existir ou inexistir.

Azazulay é um livro sobre as inusitadas relações metalinguísticas entre o atual e o virtual, entre aquilo que podemos conceber e a desmaterialização das nossas mentes ante a aceleração tecnológica do pensamento humano.

Azazulay é uma narrativa ágil e referencial, cobrindo um panorama multidimensional e histórico de processamentos e conquistas científicas, que envolvem o leitor e a leitora em uma trajetória investigativa entre essências e aparências: Em busca de respostas, além do labirinto de simbolismos digitais…

Em um mundo no qual dados são imprescindíveis para tornar presentes as impressões que temos da realidade ao nosso redor, o poder conferido às inteligências artificiais trará uma profunda mudança em nossos conceitos sobre humanidade, sociedade, vida e morte. Então, quais serão as regras desse novo jogo semântico, no qual nossas existências serão percebidas tão multifacetadas que tornarão difusas nossas individualidades e identidades?

Azazulay.

O que é?

Tente desvendar.

Azazulay: um romance sobre a informação, o segundo livro do gênero publicado pelo selo neolabore, é uma acelerada metaficção sobre os impactos da tecnologia digital, nos próximos capítulos da saga que se tornou nossa sociedade de espetáculos informáticos. No texto, que se desenvolve por intervalos de décadas, século e milênios, acompanhamos as trajetórias particulares e coletivas de personagens envolvidos com o fenômeno Azazulay, uma forma extraordinária de inteligência artificial para a qual tudo retorna.

Enquanto buscamos a compreensão das éticas e estéticas decorrentes da digitalização das relações humanas, Azazulay se apresenta em documento como profecia ou maldição? Quando os processos envolvidos na declaração do que é fato e do que é ficção se tornam tão imprevisíveis, Azazulay passa a significar o empenho recente em se delegar para procedimentos eletrônicos automatizados as responsabilidades que até então eram exclusivas do intelecto humano. Sendo únicos e únicas no planeta capazes de imaginação, quando nossas criações começarem a criar, o que nos restará realizar? De outro modo, também prerrogativo, ao final de nossas existências virtuais, para onde iremos?

Azazulay é uma caleidoscópica ode ao desenvolvimento técnico-científico informático, tão vasto e ambíguo em bênçãos e faíscas na sua brevíssima explosão do último meio século: afinal, como na narrativa, tudo e todos – fatos e versões – são a mesma coisa possível, em suas múltiplas reorganizações constituintes. Sim, você também.

Formatos: impresso | eBook Kindle
Dimensões do livro: 14 x 22 cm
Tamanho do arquivo: 4060 KB
Número de páginas: 277 páginas
ISBN: 9781672805834 | ASIN: B082GJXGTQ